Qual o custo de Vida em Bombinhas

Como bem se sabe, o número de pessoas a fim de investir em um imóvel no Litoral Norte de Santa Catarina é bastante considerável e aumentou nos últimos dois anos. Em sua grande maioria, trata-se de uma busca por melhor qualidade de vida. Por isso abordaremos neste artigo o custo de vida em Bombinhas, uma das cidades litorâneas cogitadas como destino para ser um novo lar.

O mercado imobiliário e as construtoras não pararam de trabalhar durante a pandemia em várias regiões do Brasil, mas o litoral catarinense se destacou, dado que as empreendedoras acabaram por vender muito mais nesse período na região, algo que chamou a atenção de muitos estudiosos das áreas da construção civil, engenharia, arquitetura e economia. 

Isso tudo garantiu às construtoras que investiram no litoral de Santa Catarina, um faturamento muito favorável devido ao momento mais do que bem-sucedido. Cabe aqui ressaltar que as vendas realizadas, majoritariamente, foram e continuam sendo de imóveis luxuosos, instalados em bairros de alto padrão, sejam apartamentos sofisticados com vista para o mar, sejam deslumbrantes casas em condomínios fechados.

Mudança de comportamento dos brasileiros

Como já abordamos em artigos anteriores, a Covid-19 obrigou as pessoas a se isolarem socialmente. Na verdade, mais do que isso. Fez com que elas tivessem que se trancafiar em suas casas, pois suas próprias calçadas já lhes ofereciam risco de contrair um vírus desconhecido que estava levando milhares de seres humanos no mundo todo à óbito todos os dias. 

Então houve uma mudança de comportamento dos brasileiros, que passaram a executar suas funções de trabalho home office, ou mesmo tiveram a ideia de empreender, criando seu próprio negócio, oferecendo um leque de opções com os mais variados tipos de serviços e produtos à venda. Para isso, utilizaram a internet como meio de divulgação.

Os empreendedores passaram a servir-se das redes sociais, como as mais famosas, Facebook e Instagram, para anunciar seus produtos e serviços. E deu certo! 

Houve muitos, inclusive, que passaram a obter uma renda muito maior trabalhando por conta própria e utilizando a internet como suporte publicitário, que hoje se questionam por que nunca tinham pensado em fazer isso antes.

Passando mais tempo na internet, as pessoas tiveram a oportunidade de visitarem mais sites. Antes, devido à locomoção de ida e vinda ao trabalho, era praticamente impossível ter uma vida online com tempo para realizar pesquisas de seu interesse e curiosidade. 

Em São Paulo, por exemplo, mesmo de carro, você pode demorar entre 1h até 2h30 para conseguir chegar ao seu destino, a depender de como está o trânsito. Tanto que o recomendável é morar o mais próximo possível do local de trabalho, assim podendo manter um pouco mais de qualidade de vida.

Home Office

Muita gente não se adaptou ao home office, perdendo-se na rotina de tarefas, justamente por estar no conforto de seu lar, mas, por outro lado, houve aqueles que gostaram tanto dessa forma de trabalho, que não veem mais necessidade alguma de exercer suas funções de forma presencial na empresa. 

Por isso, muitos estão negociando essa fase de retorno às atividades ao “normal” no pós-pandemia, a fim de ter a possibilidade de continuar a trabalhar a partir de casa. 

Com mais tempo de vida online, foi possível visitar aqueles sites que têm as “cidades onde sempre se sonhou morar”. Uma cidade litorânea, sem sombra de dúvida. 

Então, pensando em uma nova vida, uma grande quantidade de brasileiros aproveitou esse tempo em casa para mudar o destino de suas vidas, fazendo pesquisas na internet, e, em seguida, indo embora da cidade grande para viver junto ao mar.

Destacamos aqui as cidades de Balneário Camboriú, Itapema e Itajaí, nas quais houve um grande número de investimentos em imóveis de alto padrão.

As vendas em ascendência de imóveis de luxo favorecem, tanto o mercado imobiliário, quanto o setor da construção civil, gerando uma receita próspera, abrindo um terreno extremamente fértil para o desenvolvimento de futuras conquistas ainda mais lucrativas. 

Entretanto, há aqueles que além de querer mudar de vida e ir embora da cidade para morar na praia, desejam um lugar onde não haja nada de urbanização.

Então as praias mais “pés na areia” também foram muito procuradas. Por isso, preparamos aqui um panorama da qualidade e do custo de vida em Bombinhas, uma das praias mais belas e paradisíacas do litoral catarinense para quem quer viver o mais próximo possível da natureza. 

+ Leia Mais

Custo de vida em Bombinhas: eu quero morar no paraíso 

Na hora de se organizar financeiramente, tenha em vista um panorama do custo de vida em Bombinhas, pois dessa maneira será muito mais fácil fazer um planejamento do semestre na nova cidade, depois projetar esse planejamento para o ano todo. 

Esse é um meio de manter, sempre, uma reserva de recursos, não cometendo desperdícios, com aquisições de produtos e serviços desnecessários, sem deixar de ter o luxo e o conforto pelos quais você preza. 

Uma curiosidade que deve ser levada em consideração é o fato de muitos terem, no litoral, o que se classifica como segunda residência, todavia permanecendo no âmbito do turismo.

Os proprietários desses imóveis não são considerados moradores, mas apenas visitantes passeando em determinadas temporadas como turistas.

Essas segundas residências, sobretudo, são imóveis de luxo, e compõem o patrimônio de alto padrão de seus proprietários. São residências requintadas, suntuosas, modernas, com acabamentos impecáveis.

Esses imóveis ajudam a manter o lucro das atividades comerciais da cidade, possibilitando a bares e restaurantes que atendem a essa classe social de moradores poderem valorizar seus serviços. 

Há, por exemplo, oferta de pizzas e cervejas artesanais, pratos típicos feitos com frutos do mar, elaborados com requinte, tornando a região um local de consumo cujos valores podem ser considerados acima da média nacional, uma vez que não são bares e restaurantes populares.  

Pagar para ver 

Com cerca de 15 mil habitantes morando na cidade, em alta temporada, o número de pessoas em Bombinhas chega a ser 10 vezes maior.

Por causa disso, a Prefeitura do município prevê, já para o próximo verão, uma cobrança de taxa de entrada para os turistas, que deve variar entre R$ 50,00 e R$ 100,00. Aguardam-se apenas por estudos da Univali. 

Um adicional ao custo de vida em Bombinhas, ainda que seja restrito aos visitantes.

Entretanto, quem tem na cidade suas segundas residências não precisará pagar a taxa.

Além disso, a Prefeitura vê, com urgência, a necessidade de se restringir o número de visitantes por dia, devido à preocupação com a rede de tratamento de água e esgoto nas altas temporadas e o tumulto provocado pela superlotação. 

Já hoje, existe uma taxa a ser paga para entrar na cidade de carro ou de moto. Trata-se da taxa de preservação ambiental, que vale por 24 horas. 

Os carros devem pagar o valor de R$ 59,50, e as motos R$ 3,50. De acordo com a Prefeitura de Bombinhas, a taxa é cobrada porque esse é um meio que funciona como arrecadação que serve de amparo, utilizado para zelar pelos espaços naturais da cidade.

Com o dinheiro arrecadado, é possível proteger melhor a natureza local dos impactos ambientais. 

A justificativa da prefeitura é a de que o município não tem recursos suficientes para cuidar da mata atlântica, praias, redes de esgoto, lençóis freáticos, e assim por diante.

Saneamento básico e coleta de esgoto

Antes de fazer as malas, é bom somar no custo de vida em Bombinhas um serviço privado de saneamento básico. 

Somente 20% das residências recebem cobertura regular de coleta de esgoto. 

Logo, veja bem em que bairro irá morar antes de investir em um imóvel às cegas, caso contrário terá que desembolsar R$ 200,00 todos os meses para que uma empresa particular recolha a água mantida na fossa de sua casa. 

Águas de Bombinhas

A Águas de Bombinhas é uma concessionária encarregada por fornecer o abastecimento de água no município, assim como tratar a rede de esgotamento sanitário. O investimento previsto para a rede de saneamento e universalização do abastecimento de água é de R$ 135 milhões. 

Sua missão é manter a qualidade na prestação de seus serviços, preocupando-se com a saúde da população e preservação do meio ambiente. 

Como visão, orgulha-se por ser referência em saneamento básico.

Em seus valores, os bombinenses que precisam de seus serviços podem contar com austeridade, acessibilidade, evolução, colaboração, transparência e responsabilidade social. 

Os serviços prestados pela empresa privada demandam custos e investimentos contínuos. Por isso, cobra-se uma tarifa dos usuários pelos serviços prestados pela concessionária Águas de Bombinhas. 

Trata-se de uma tarifa cujos reajustes são feitos de acordo com a inflação anual, sob autorização da Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados. 

A população que faz uso dos serviços da concessionária é separada em categorias para que as cobranças sejam feitas. Ademais, além das taxas comumente aplicadas, há as taxas sociais, voltadas para famílias de baixa renda. 

Confira os valores a seguir, disponibilizados pela concessionária Água de Bombinhas, pois são despesas que também compõem o custo de vida em Bombinhas:

 

Estrutura Tarifária

Faixa de Consumo

Tarifa de Água (R$/m³)

Tarifa de Esgoto (R$/m³)

Tarifa Social 0 a 10 m³
11 a 25 m³
26 a 50 m³
Acima 50 m³
11,48
3,22
15,43
18,85
11,48
3,22
15,43
18,85
Residencial 0 a 10 m³
11 a 25 m³
26 a 50 m³
Acima 50 m³
Sazonal
61,17
11,20
15,74
18,85
23,57
61,17
11,20
15,74
18,85
23,57
Comercial 0 a 10 m³
11 a 50 m³
Acima 50 m³
90,31
14,98
18,85
90,31
14,98
18,85
Micro e Pequeno Comércio 0 a 10 m³
Acima 10 m³
63,79
14,98
63,79
14,98
Industrial 0 a 10 m³
Acima 10 m³
90,31
14,98
90,31
14,98
Poder Público 0 a 10 m³
Acima 10 m³
90,31
14,98
90,31
14,98

Disponível em: < https://aguasbombinhas.com.br/legislacao-e-tarifas/>. 

Acesso em 22 out. 2021.

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) 

O IDH faz uma análise da população local baseada na longevidade, levando em consideração as condições de saúde dos munícipes, sob análises desde o seu nascimento, momento esse em que é feita uma avaliação de sua esperança de vida.  

Além da longevidade, o IDH se baseia na educação, em que se mede a taxa de alfabetização da população local de adultos, e, também, a taxa combinada de matrículas no Ensino Fundamental, Médio e Superior.

A renda bombinense é calculada de acordo com o poder de compra da população, a qual é baseada no Produto Interno Bruto (PIB) per capita, conforme ajustes feitos ao custo de vida local.

Dessa forma, é imprescindível que se leve em consideração o custo de vida em Bombinhas, para assim melhor deduzir o real valor para morar na cidade, levando em consideração, sobretudo, a qualidade de vida oferecida pelo município.

Continue lendo. 

Empresas e empregos

Bombinhas apresenta um cenário empresarial em que se destaca uma sólida presença de microempresas, além da significativa participação dos serviços, promotores essenciais no que diz respeito à geração de empregos, sejam eles diretos ou indiretos. 

Vê-se estímulo na força econômica, como na competitividade das grandes e médias empresas, mas que, todavia, sempre estão de olhos atentos aos pequenos empreendedores, como startups que acabaram de ser criadas.

As ações desses pequenos empreendedores são tão inovadoras, boas e originais, que se tornam capazes de enriquecer a economia local, por isso, acabam recebendo investimentos de grandes empresários.

Não é à toa que Santa Catarina é um grande polo de tecnologia.  

Esses são fatores que tornam a cidade mais enriquecida, portanto, o custo de vida em Bombinhas acaba sendo mais alto do que o de muitas outras cidades do Brasil.

Os moradores de Bombinhas têm um poder de compra maior do que se costuma ver em muitas regiões do Brasil, uma vez que muitos dos que se mudam para essa cidade litorânea são empreendedores ou pessoas que partiram para a praia adquirindo um imóvel de luxo para fugir do caos da grande cidade.   

Todavia, há possibilidade de encontrar valores mais baixos, como os de refeições e itens de mercados. Basta ir até bairros menos luxuosos, como os de classe média, por exemplo.

Média de valores do custo de vida em Bombinhas 

Na lista abaixo, você terá uma ideia do custo de vida em Bombinhas e poderá se planejar melhor financeiramente. 

  • Almoço em restaurante barato: R$ 35,00
  • Almoço em restaurante caro: R$ 70,00
  • Garrafa de cerveja: R$ 14,00
  • Lata de cerveja: R$ 7,00
  • Chopp: R$ 16,00
  • Coca-Cola 2l: R$ 12,00
  • Cafezinho: R$ 5,00
  • Leite 1l: R$ 4,50
  • Pão francês (Kg): R$ 7,99
  • Óleo de soja 1l: R$ 7,00
  • Ônibus: R$ 5,00
  • Gasolina 1l: R$ 6,00
  • Diária de faxineira/diarista: R$ 150,00
  • Academia: R$ 85,00
  • Média de valor do metro quadrado: R$ 5.364,00
  • Aluguel de quitinete em região de alto padrão: R$ 1.000,00
  • Aluguel de apartamento com 2 quartos em região de alto padrão: R$ 2.200,00
  • Aluguel de apartamento com 3 quartos em região de alto padrão: R$ 2.700,00
  • Aluguel de quitinete em região de classe média: R$ 650,00
  • Aluguel de apartamento com 2 quartos em região de classe média: R$ 1.200,00
  • Aluguel de apartamento com 3 quartos em região de classe média: R$ 1.700,00
  • Pré-escola: R$ 500,00
  • Diária em hotel de luxo: R$ 500,00
  • Diária em hotel econômico: R$ 250,00

Disponível em: < http://www.custodevida.com.br/sc/bombinhas/>. 

Acesso em 22 out. 2021.

Qualidade de vida

Esperamos que com o nosso artigo sobre o custo de vida em Bombinhas você possa ter uma ideia de como se planejar financeiramente na hora de fazer sua mudança para o paraíso das piscinas naturais. 

Embora alguns dos valores em Bombinhas estejam acima da média em relação a muitas cidades brasileiras, em muitas das vezes, são valores bem inferiores aos de São Paulo, por exemplo. Havendo uma enorme diferença entre as duas cidades: a cor do céu, a cor das águas, e principalmente a qualidade de vida, a qual se torna muito melhor quando se está em contato com a natureza. 

+Leia Mais

 

Além do mais, será sua a escolha de onde irá morar. Se irá para um bairro de alto padrão ou para um de classe média.

Uma sugestão que temos é a de que você visite o local em que pretende morar mais de uma vez, em alta temporada e em épocas como os meses de agosto e setembro. Assim sentirá o clima da cidade litorânea. 

Alugue um lugar para passar uma temporada e experimente o estilo de vida da cidade, se realmente é o que você esperava. 

E tem mais!

Aproveite que está passando por aqui e acesse outros artigos do nosso blog, com informações atualizadas sobre Santa Catarina, nosso litoral norte, dicas turísticas, explicações detalhadas sobre investimentos imobiliários, e, por fim, muito conteúdo sobre Bombinhas. 

Continue nos acompanhando. 

Até mais!

Voltar para o Blog