Yachthouse e os Maiores Prédios do Mundo

O Yachthouse é reconhecidamente um dos maiores prédios do mundo. Aliás, ele não é apenas alto, mas também extremamente luxuoso. Várias celebridades decidiram comprar imóveis neste prédio.

As construções gigantescas fazem parte da humanidade desde os tempos antigos. De fato, os egípcios eram mestres no que diz respeito a construções esplendorosas, tanto em beleza quanto em durabilidade.

Porém, as tecnologias modernas permitiram a construção de obras ainda maiores, tanto que estamos beirando os incríveis 1 quilômetro de altitude. Está certo que ainda estamos um pouco longe desta marca, mas com certeza podemos alcançá-la — e até ultrapassá-la.

Você gosta de prédios altíssimos? Coletamos informações do maior prédio do Brasil, o Yachthouse Residence Club, assim como de 6 outros prédios de grande destaque ao redor do mundo.

Confira tudo sobre o Yachthouse!

O incrível Yachthouse Residence Club

Em 2020, o Yachthouse Balneário Camboriú atingiu sua altura máxima, a qual o colocou como o maior prédio do Brasil — e um dos maiores da América Latina. Ao todo, são 281 metros de puro luxo.

Este gigante está localizado em Santa Catarina, mais precisamente em Balneário Camboriú. A cidade possui o epíteto de “Dubai brasileira”, e o Yachthouse da Pasqualotto ilustra o porquê disso.

O Yachthouse encontra-se em fase de conclusão, e a previsão de entrega gira em torno do final de 2021 e começo de 2022. No entanto, já é possível adquirir imóveis na modalidade “imóvel na planta”, uma das melhores maneiras para quem gosta de preços baixos.

Yachthouse vai te proporcionar vizinhos incríveis

Por ser algo inédito no Brasil, o Yachthouse chamou a atenção da alta sociedade brasileira — e da América Latina, no geral. Assim, vários famosos investiram em imóveis neste prédio, o que com certeza vai ser um atrativo para a construção.

Só para exemplificar, dentre os nomes que adquiriram imóveis, estão: Neymar, Luan Santana, Hugo Pena, Sorocaba e muitos outros.

Já imaginou ser vizinho do Neymar? Certamente é algo bastante interessante!

O melhor de tudo é que o Yachthouse  conta com uma área de lazer incrível, e todo esse pessoal poderá ser encontrado por lá, eventualmente.

Yachthouse e a tremenda valorização dos imóveis em Balneário Camboriú 

Para quem não sabe, Balneário Camboriú é uma das cidades brasileiras mais visadas por investidores. O motivo disso? A cidade possui uma valorização altíssima de seus imóveis.

Dessa forma, é comum o preço dos apartamentos aumentar bastante ano após ano. Isso pode ser bom ou ruim, a depender de sua velocidade de compra.

Um exemplo clássico disso são os imóveis na planta, os quais são a melhor forma de investimento.

Ao comprar antes de todo mundo, você conta com facilidades na hora do pagamento, além de descontos especiais. Além disso, o preço do imóvel vai aumentar naturalmente com o tempo e, quando você tomar posse do bem, ele já terá valorizado bastante.

Só para exemplificar, supondo uma valorização de 15% ao ano (um valor médio para BC), se você comprar hoje e só receber daqui a dois anos, ele já vai ter um valor 30% a mais. Assim, um apartamento que vale R$ 1.000.000,00 hoje vai valer R$ 1.300.000,00 no final desse período.

No entanto, essa simulação leva em conta um apartamento de luxo comum em Balneário Camboriú, e com certeza um apartamento no Yachthouse terá uma valorização muito maior!

Os números de incrível Yachthouse

O residencial possui números realmente impressionantes, indo desde o número de trabalhadores na obra até a quantidade de andares. Aliás, vale mencionar que se trata de duas torres (gêmeas) lotadas de unidades.

Ao todo, temos 281 metros de altura, onde estão alocados 81 pavimentos e incríveis 264 unidades. São dois apartamentos em cada andar, inclusive na cobertura.

Somente a área de lazer conta com mais de 10 mil metros quadrados. Ela é tão magnífica que será detalhada no tópico seguinte.

Para que o gigante de concreto e aço fosse erigido, foram necessários 600 trabalhadores, 12 mil toneladas de aço e quase 90 mil metros cúbicos de concreto.

Ao todo, os prédios custaram cerca de R$ 200 milhões, e só o sistema de elevadores ficou em R$ 21 milhões.

Se você está pensando em investir neste prédio, saiba que o preço médio dos apartamentos está na casa dos R$ 4 milhões, o que é uma verdadeira pechincha em vista do potencial de valorização dos imóveis!

A área de lazer fabulosa do Yachthouse

O prédio é completo no quesito área de lazer. Aliás, há espaços para cuidar da saúde e beleza, além do lazer em si. As atividades deixam crianças e adultos entretidos por horas a fio.

São duas quadras poliesportivas, espaço para crianças, playground, dois lounges infantil, brinquedoteca, cinema, dois salões de festa e até uma lan house… calma, tudo isso fica apenas no primeiro pavimento!

No segundo pavimento, existem academias, SPA, sala de pilates, espaço fitness, sala de massagem, banho turco, espaço mulher e esteticista.

A área de lazer também tem outro destaque: boa parte das atrações são ao ar livre. O empreendimento também tem foco na sustentabilidade, utilizando pouca madeira e mais concreto e vidro.

Veja o vídeo do JC do Canal Fala JC

Conheça o canal do JC e veja todas as novidades de empreendimentos de Balneário Camboriú e regirão.

Wingsuit no Yachthouse

Qual o preço na cobertura do Yachthouse?

Um apartamento na cobertura no Yachthouse fica na casa dos R$ 8 milhões. Bem, pelo menos foi isso que o craque do futebol, o brilhante Neymar, pagou para adquirir um desses.

Vale lembrar que esse edifício, mesmo ainda em processo de construção, já é considerado um dos mais luxuosos de Balneário Camboriú. Isso não é pouco elogiável, dado a concorrência que há por lá.

Se o valor da cobertura não cabe no seu bolso, há ainda diversos outros apartamentos para você. A maioria deles pode ser negociada por valores na casa dos R$ 4 milhões, mas, em alguns casos, você pode conseguir descontos com a ajuda da imobiliária certa.

Yachthouse: quem são os principais compradores?

Quando a notícia de que um novo edifício de luxo (na verdade um complexo de luxo) estava sendo construído se espalhou, muitos famosos viram a oportunidade e a abocanharam. 

Além de ser uma cidade com altíssima valorização imobiliária, Balneário Camboriú também é bastante interessante para passear  — e também morar, é claro.

Veja uma lista dos principais compradores:

  • Neymar: dono de um dos apartamentos na cobertura;
  • Luiz Gustavo: o volante também decidiu investir nos apartamentos do Yachthouse, e comprou um imóvel no mesmo prédio que o Neymar;
  • Arthur Melo: assim como os outros 2 jogadores, o encanto pela cidade facilitou a decisão de Arthur, e ele rapidamente comprou um imóvel por lá;
  • Luan Santana: o cantor aproveitou o momento para investir em um apartamento de luxo em Balneário Camboriú, e ainda no maior edifício do Brasil;
  • Alexandre Pires: Luan Santana não será o único cantor a aproveitar os apartamentos confortáveis do Yachthouse. O famoso Alexandre Pires com certeza vai adorar a área de lazer do complexo residencial;
  • Sorocaba: mais um cantor que não resistiu aos encantos de BC e acabou comprando um apartamento de luxo por lá. Sorocaba, da dupla “Fernando e Sorocaba”, não deixou a oportunidade passar e comprou ainda na planta.

Como foi elaborado o projeto estrutural do Yachthouse?

A estrutura do Yachthouse leva a assinatura do estilo Pininfarina, um design muito famoso no mundo todo, sendo a marca do estilo italiano de edifícios.

Além disso, a segurança foi levada a sério durante o planejamento. Dessa forma, os métodos comuns foram complementados — e até substituídos — por sistemas mais modernos.

De acordo com representantes da obra, a ideia do projeto é entregar conforto e segurança a todos os moradores do edifício. Escadas pressurizadas, janelas de desenfumagem, Sprinkles e muitos outros dispositivos foram instalados nos prédios.

Yachthouse e Gran Torre Santiago: quem vence?

A Gran Torre Santiago possui incríveis 300 metros de altura, passando, portanto, em 19 metros as torres do Yachthouse.

Além disso, a Gran Torre Santiago também possui elevadores expressos, os quais atingem até 60 metros em 7 segundos. Seu projeto foi iniciado em 2006, e a obra foi entregue em 2014.

No entanto, ao contrário do Yachthouse, o Gran Torre Santiago pertence a um complexo financeiro e não é usado para habitação — e nem possui as belezas de Balneário Camboriú ao seu redor, diga-se de passagem!

Conheças outros gigantes pelo mundo…..

Conheça todo o esplendor do Burj Khalifa

Burj Khalifa é atualmente (janeiro de 2021) o maior prédio do mundo, contando com incríveis 828 metros de altura. Ele está localizado em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e é considerado como o maior arranha-céu já construído pela humanidade.

Ele começou a ser construído em setembro de 2004, e teve sua conclusão em janeiro de 2010.

Inicialmente o prédio seria chamado de Burj Dubai, mas devido a um empréstimo concedido por Khalifa bin Zayed al Nahyan a Dubai, o nome foi alterado.

Ao todo, foram gastos mais de US$ 1,5 bilhões na empreitada, e várias companhias respeitadas ao redor do mundo participaram do projeto. 

Porém, todo este investimento tem fundamento: o preço do metro quadrado de um escritório nesse arranha-céu é de US$ 40 mil.

Detalhes da construção do empreendimento

A responsável pela construção da torre foi a Samsung Engineering & Construction, uma empresa bastante conceituada. Porém, ela não fez isso sozinha: houve uma joint venture com a Besix e Arabtec.

O desafio da construção foi grande a ponto de novas ferramentas serem desenvolvidas no processo. Aliás, a bomba de concreto utilizada foi desenhada pela alemã Putzmeister. 

Além disso, devido às pressões que a estrutura precisa suportar, misturas de concreto foram aperfeiçoadas para dar conta do recado. Vale lembrar que a temperatura local beira os 50º C, o que também é um desafio para a concretagem.

A obra foi tão mirabolante que até mesmo um documentário foi feito sobre ela. Ela aparece no título Big, Bigger, Biggest e no Mega Builders.

Recordes do Burj Khalifa

Ao ser concluído, o Burj Khalifa desbancou o CN Tower no quesito estrutura livre de cabos. Dessa forma, aumentou em 36,2 metros este recorde, passando de 553,3 (CN Tower) para 589,5 metros.

Além disso, sua quantidade de andares também valeu um título para ela. De fato, não são todos os edifícios que contam com incríveis 152 andares, não é verdade? Nesta categoria, o Burj Khalifa desbancou o World Trade Center e até a Torre de Xangai.

Por fim, ele ganhou dois títulos no que diz respeito ao concreto vertical, tanto no restrito a edifícios quanto para estruturas em geral. Seus 601,0 metros de concreto vertical é uma marca difícil de superar.

Comparações estonteantes

Se todo o aço utilizado no edifício fosse empregado para construir estradas, seria possível ir dos EUA até o Oriente Médio. Ou seja, estamos falando de quase ¼ da circunferência da Terra!

Além disso, a obra consumiu tanta energia que seria possível manter meio milhão de lâmpadas de 100 Watts ligadas ao mesmo tempo.

Já no consumo de água, para manter seus sistemas funcionando e sua beleza, o edifício consome mais de 1 milhão de litros de água por dia. Isso é surpreendente principalmente porque estamos falando de um prédio no meio do deserto!

Veja detalhes da gigantesca Shanghai Tower

A Torre de Xangai é o maior arranha-céu da China, contando com incríveis 632 metros de altura. Além disso, possui 128 andares e ocupa um total de quase 400 mil metros quadrados.

Ela foi inaugurada em 2015, mas atingiu sua altura máxima em agosto de 2014. No quesito de altura, só perde para o Burj Khalifa.

O projeto deste edifício foi desenvolvido em 1993, onde mais duas torres foram planejadas na mesma época. No entanto, a Torre de Xangai foi a última das três a ser entregue, e todas elas ficam no Centro Financeiro.

Algumas características marcantes da Shanghai Tower

A primeira coisa que mais chama a atenção na Shanghai Tower é sua aparência torcida. De fato, ela sofre uma “torção” de acordo com sua altura. 

Além disso, o que mais impressiona é sua composição exterior toda feita de vidro juntamente com a torção do edifício. É uma obra de arte em forma de prédio!

Outro ponto interessante é sua composição. Embora pareça uma peça única, na verdade a Torre de Xangai é composta de nove cilindros (ou pequenos prédios).

Em seu interior, podemos contemplar nove jardins, espalhados em diferentes níveis, que fornecem espaço público para os residentes de Xangai. O varejo e o espaço de eventos ficam na base da torre, e toda a estrutura é transparente.

O edifício não possui esta forma à toa: as torções servem para reduzir o atrito em até 24%, além de diminuir a quantidade de material utilizado na obra. 

Além disso, há um sistema de coleta de água da chuva para manter o resfriamento do edifício, e até turbinas eólicas foram empregadas para gerar energia à estrutura.

De todos os detalhes de engenharia, o sistema de elevadores foi o que bateu mais recordes.

Ao todo, este sistema acumula três conquistas: é o mais rápido do mundo, o que comporta mais pessoas e o que atinge a maior altitude. Só para exemplificar, o elevador consegue subir a incríveis 20,5 metros por segundo, ou seja, quase 75 km/h.

Makkah Clock Tower e suas dimensões

A Makkah Clock Tower, também conhecida como Abraj Al Bait, é um complexo de edifícios do governo de Meca, na Arábia Saudita. 

O nome “clock tower” vem, justamente, do complexo portar o maior relógio do mundo, que pode ser visto a 25 quilômetros de distância.

Além disso, é o terceiro maior edifício do planeta, e faz parte do projeto do Rei Abdulaziz Endowment de modernizar a cidade, com foco em melhor atender os peregrinos.

O complexo fica a apenas alguns metros da Grande Mesquita de Meca.

Construção e detalhes do complexo

Para construir o complexo, foram gastos mais de US$ 15 bilhões, o que coloca esta obra como uma das mais caras já criadas. A Saudi Binladin Group, a maior empresa de construção do reino, ficou responsável pelo feito.

No entanto, mesmo com todos os cuidados do Rei, o forte Ajyad foi demolido para que o complexo fosse erigido. Dessa forma, problemas diplomáticos surgiram com os turcos, pois este forte era uma cidadela otomana do século 18.

A torre mais alta do complexo conta com 601 metros de altura, colocando-a em quinto lugar no ranking de maiores edifícios do mundo.

Além disso, vale notar o aspecto religioso do complexo, pois este conta com duas torres com quartos para oração, uma torre para os homens e outra para as mulheres. Ao todo, é possível comportar quase 10 mil pessoas.

Na torre mais alta, encontra-se um hotel cinco estrelas, cujo foco principal é comportar peregrinos durante o Hajj. Há também um shopping de altíssima qualidade e um estacionamento que pode acomodar mais de 1000 veículos.

Detalhes chamativos no relógio

Um relógio de 43 metros de diâmetro, por si só, já é bastante chamativo. No entanto, o relógio da Makkah Clock Tower não para por aí: ele é iluminado por dois milhões de lâmpadas LED, e conta com quatro faces.

Cada face, por sua vez, apresenta uma inscrição em Árabe:

  • Nas faces Norte e Sul está escrito: “Deus é maior” (“God is greatest”).
  • Na face Leste, lê-se: “Muhammad é o mensageiro de Deus”.
  • Na face Oeste: “Não existe outro Deus a não ser Allah”.

O incomparável Goldin Finance 117

Embora já seja considerado um dos maiores edifícios do mundo, ele encontra-se inacabado — e os detalhes do porquê ainda não foi concluído não foram divulgados.

Em suma, a construção foi iniciada em 2008, mas somente em 2012 a estrutura da parte de baixo do prédio foi construída. Para dar continuidade ao trabalho, a mesma empresa que construiu a Torre de Xangai foi contratada para a missão. 

No meio de 2013, o edifício ultrapassou a marca dos 100 metros de altura; em 2014, atingiu incríveis 337 metros. Em janeiro de 2015, ele já possuía mais de 500 metros de altura, e foi aí que a obra foi suspensa.

As máquinas voltaram a funcionar em 2018, e em 2019 o prédio atingiu sua altura máxima de 596 metros. Ele não foi finalizado até o momento (janeiro de 2021).

A finalidade última do edifício é para escritórios privados, mas também vai acomodar hotéis e terá um ótimo observatório.

O espaço do 7º andar até o 92º será para a construção de escritórios. Já do 94º até 115º, apenas hotéis. Por fim, o andar 116 será um deck de observação, e até mesmo bares estarão presentes.

Detalhes do edifício

O design do Goldin Finance 117 ficou sob a responsabilidade P&T Group, uma empresa de Hong Kong. A companhia possui muita experiência na função, e atua em boa parte da Ásia.

Em suma, teremos um prédio chato, parecido com um paralelepípedo, sem antenas e ornamentos na cobertura. Assim como nos demais prédios da mesma ordem de grandeza, ele seguirá o padrão de base grossa e topo fino, mas sem grandes oscilações de área.

A base mede 65 x 65 metros, e o topo mede 46 x 46 metros.

Para manter a estabilidade e dar um charme extra ao prédio, quatro colunas estão dispostas em cada quina. Essas colunas passam uma ideia de “moldura” de prata, e chamam bastante a atenção por causa de seus reflexos.

Por fim, no topo temos um globo de cristal em formato de diamante, o qual encobre o deck de observação e o bar.

Conheça o sofisticado Ping An IFC

Mais uma vez vamos falar de um prédio chinês. O Ping An IFC (sigla para International Finance Center) é o maior edifício de Shenzhen, segundo maior da China e quarto maior do mundo.

Além disso, ele bateu o recorde de deck de observação mais alto do planeta, contando com 562.2 metros de altura.

Ele está localizado no distrito de negócios de Shenzhen, localizado em Fugin. Sua construção começou em 2010, após a aquisição do terreno pela Ping An Group em 2007.

Em 2013, a obra foi interrompida em vista da suspeita de uso de concreto inadequado. De acordo com as análises, o concreto estava com água salgada, o que poderia enferrujar a estrutura do prédio.

Já em 2014, o prédio contava com mais de 443 metros de altura, ultrapassando a Torre KK100, e se tornando, oficialmente, a maior torre de Shenzhen.

Por fim, em 2015 atingiu a incrível marca de 599 metros de altura. Na época, uma antena de 60 metros seria empregada no edifício, mas os engenheiros abandonaram a ideia por causa das linhas aéreas locais.

Ele foi entregue em 2017, contando com 115 pavimentos (ou 120, contando os subterrâneos), 599.1 metros de altura e um gasto total de US$ 1.5 bilhões.

Detalhes do edifício

Ao todo, são quase 400.000 metros quadrados, onde vê-se hotéis, lojas de varejos, shoppings, escritórios e até centro de conferência.

A ideia por trás desta obra é ser única e elegante, e a fachada de aço inoxidável faz isso muito bem, além de dar um toque de modernidade ao prédio.

Para que os inquilinos se movam com velocidade, existem 33 elevadores de dois andares no edifício, que podem atingir velocidades de até 10 metros por segundo (36 km/h).

Um fato curioso sobre este prédio é que houveram muitas tentativas (e alguns sucessos) de escalá-lo enquanto inacabado. Somente em 2015 houveram dois incidentes relacionados a isso.

Detalhes do gigante coreano Lotte World Tower

Localizado em Seul, na Coréia do Sul, o Lotte World Tower possui cerca de 556 metros de altura e incríveis 126 pavimentos.

Um detalhe interessante, porém, foi que o edifício levou 13 anos para ser aprovado pelo governo. A aprovação ocorreu em 2010, e o edifício foi entregue em 2017.

Por ser bastante visível (porque é imenso!), ele costuma ser utilizado para efeitos visuais magníficos. Em 2016, antes mesmo de ser concluído, LEDs foram dispostos formando o número 2016 durante o Ano Novo.

Já em 2017, uma apresentação com fogos de artifício ocorreu a partir do edifício, marcando, finalmente, a conclusão da obra. Em 2018, ele foi usado para outra apresentação de fogos no Ano Novo e na abertura dos Jogos Olímpicos de 2018.

Um edifício como marco histórico

O Lotte World Tower é um marco importante na história da Coréia do Sul justamente por ser o primeiro edifício com mais de 100 andares no país. Além disso, é o maior prédio dos países da OECD, e um dos maiores do mundo.

Algo bastante chamativo sobre seu design é sua aparência cônica alongada, com curvas suaves e aspecto convexo. A aparência do prédio vem dos trabalhos de cerâmica coreano.

O edifício conta com estacionamento, Lobby, pódio, escritórios privados, Hotel Lotte e deck de observação. 

Assim como ocorreu com o Ping An IFC, o Lotte World Tower também sofreu com incidentes de “exploradores urbanos”. Aliás, vale notar que a mesma dupla de russos que escalou o Ping An IFC também escalou o Lotte.

Vadim Makhorov e Vitaly Raskalov fizeram esta proeza em 2016, fazendo uso das escadas, e chegaram a escalar o guindaste que era usado para a construção do edifício.

Porém, dessa vez os russos foram punidos: a organização do edifício baniu ambos do local, chegando a até mesmo colar posters com fotos dos dois pelas redondezas.

E aí, gostou de conhecer Yachthouse e os maiores prédios do mundo? Aproveite para compartilhar com seus amigos!

Se tiver interesse na compra de um apartamento no Yachthouse, fale com a nossa equipe de especialistas

 

Sugestão Imobille

  • Valor: R$ 815.750,79
  • Metragem: 132m²
  • Entrada: R$ 163.150,16
  • Parcelas: R$ 9.063,90
  • Balões (semestrais): R$ 54.383,39
  • Custo por m²: R$ 6.179,93
  • Entrega: Julho/2024

 

Clique aqui e saiba mais detalhes sobre este empreendimento. 

  • Valor: R$ 740.000,00
  • Sinal: R$ 96.200,00
  • Parcelas: R$ 2.960,00
  • Balões (6 anuais): R$ 39.466,67
  • Entrega: Maio/2027

Clique aqui e saiba mais detalhes sobre este empreendimento. 

Simplifique a sua busca, assista o vídeo e encomende seu imóvel!

O jeito mais fácil de encontrar o seu imóvel em Balneário Camboriú e Praia Brava.